News

Vídeo: Professor dos EUA é nocauteado e algemado em meio a protestos pró-Palestina

Os protestos que se espalharam começaram na Universidade de Columbia

Um professor norte-americano foi derrubado pela polícia e algemado enquanto os protestos pró-Palestina se intensificavam nas melhores universidades de todo o país.

Num vídeo gravado por repórteres da CNN, a professora Caroline Fohlin pode ser vista tentando intervir enquanto policiais derrubam um estudante manifestante durante um protesto pró-Palestina na Universidade Emory, em Atlanta.

Enquanto ela pedia aos policiais que “fugissem” da estudante, um policial a derrubava no chão. Outro policial se juntou para ajudar a pressioná-la no chão. Os dois prenderam suas mãos atrás das costas com zíperes enquanto ela lhes dizia repetidamente: “Sou professora”.

A propagação dos protestos começou na Universidade de Columbia, que continua sendo o epicentro do movimento de protesto estudantil.

Mais de 200 pessoas que protestavam contra a guerra foram presas na quarta e na manhã de quinta-feira em universidades de Los Angeles, Boston e Austin, Texas, onde cerca de 2.000 pessoas se reuniram novamente na quinta-feira.

A polícia realizou prisões em grande escala em universidades de todo o país, por vezes utilizando irritantes químicos e tasers para dispersar protestos.

Os manifestantes estudantis dizem que expressam solidariedade aos palestinos em Gaza, onde o número de mortos ultrapassou 34.305.

Israel, aliado dos EUA, lançou a sua guerra em Gaza após o ataque do Hamas em 7 de outubro, que deixou cerca de 1.170 pessoas mortas, de acordo com um balanço da AFP com dados oficiais israelitas.

Agentes do Hamas também fizeram cerca de 250 pessoas como reféns. Israel estima que 129 permanecem em Gaza, incluindo 34 presumivelmente mortos.



Source

Related Articles

Back to top button