News

151 detidos na Arménia por protestarem contra o acordo de terras no Azerbaijão

Um jornalista da AFP disse que centenas de pessoas aderiram à manifestação.

Erevan:

A polícia armênia disse na segunda-feira ter detido dezenas de pessoas que tentavam bloquear ruas na capital Yerevan como parte de protestos contra os planos do governo de conceder terras ao Azerbaijão.

A Arménia concordou em entregar o território que controla desde a década de 1990 e iniciou esforços de delimitação de fronteiras, numa tentativa de garantir um acordo de paz elusivo com Baku e evitar outro conflito sangrento.

As concessões territoriais provocaram semanas de protestos por parte dos manifestantes, que bloquearam estradas principais numa tentativa de forçar o primeiro-ministro Nikol Pashinyan a mudar de rumo.

O líder dos protestos, o arcebispo Bagrat Galstanyan, instou os oponentes do acordo a inundar as ruas de Yerevan na segunda-feira, em uma nova demonstração de oposição ao acordo.

O Ministério do Interior disse que um total de 151 pessoas foram detidas até agora na segunda-feira, mas que os manifestantes não conseguiram fechar nenhuma rua em Yerevan.

Um jornalista da AFP disse que centenas de pessoas aderiram à manifestação.

A Arménia e o Azerbaijão, duas antigas repúblicas soviéticas no sul do Cáucaso, estão envolvidos num impasse sobre territórios disputados, principalmente Nagorno-Karabakh, desde o desmembramento da União Soviética.

(Exceto a manchete, esta história não foi editada pela equipe da NDTV e é publicada a partir de um feed distribuído.)

Source

Related Articles

Back to top button