Sports

Dan Quinn quebra o silêncio sobre usar camisa polêmica

(Foto de Jess Rapfogel/Getty Images)

O técnico do novo Washington Commanders fez barulho recentemente por usar uma camisa polêmica com o logotipo do time que também tinha um cocar de nativo americano.

A franquia mudou seu nome do polêmico Washington Redskins em 2020 para Washington Football Team.

Então, em 2022, eles mudaram seu nome para Comandantes de Washington.

Quinn finalmente abordou sua decisão de usar a camisa enquanto conversava com a mídia.

“Fiquei animado para unir o passado e o presente. Que privilégio legal fazer isso. Também reconheço que há muitas camadas nisso. Então, foi uma grande lição para mim”, disse Quinn.

Mais uma vez, a franquia mudou o nome e o logotipo dos Redskins em 2020, após o surgimento de ambos há mais de 80 anos.

Vários grupos, como o Congresso Nacional dos Índios Americanos, reclamaram do logotipo que o rotulava como racialmente insensível e ofensivo.

Ver Dan Quinn explicar por que ele usou a camisa foi uma coisa boa.

Ele não quis que isso fosse ofensivo de forma alguma.

Os Comandantes não contratariam o tipo de pessoa que faria algo assim.

Quinn estava tentando celebrar a história do time, mas a julgar pelas suas citações, ele definitivamente entende que sua decisão pode não ter sido a mais sábia das jogadas.

Esta será sua 22ª temporada como treinador na NFL e a 7ª como treinador principal.

Ele guiou o Atlanta Falcons a uma aparição no Super Bowl em 2016.

PRÓXIMO:
Commanders WR revela qual QB ele queria que a equipe selecionasse



Source link

Related Articles

Back to top button